Durante missa da Padroeira, é aberto Ano da Fé no Brasil

 O Ano da Fé proclamado oficialmente pelo Papa Bento XVI em Roma na última quinta-feira (11) foi aberto em âmbito nacional durante a Solenidade de Nossa Senhora Aparecida no Santuário Nacional nesta sexta-feira (12), durante a missa das 10h.

Na Missa Solene das 10h, o reitor do Santuário Nacional, Pe. Darci Nicioli, leu a mensagem especial da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) assinada pelo Cardeal Raymundo Damasceno Assis, presidente da CNBB e Arcebispo de Aparecida.

Na nota, Dom Raymundo explica que foi convidado pelo Santo Padre, o Papa Bento XVI para concelebrar a Missa de Abertura do Ano da Fé em Roma, por isso, não esteve presente na solene Celebração de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil.

Na mensagem, o presidente da CNBB expressa o desejo da Igreja do Brasil para a celebração deste Ano.

“A Presidência da CNBB deseja a todas as Igrejas locais do Brasil que esse Ano seja, como indicou o Santo Padre, ‘um momento de graça e de compromisso para uma conversão a Deus cada vez mais completa, para fortalecer a nossa fé n’Ele e para O anunciar com alegria ao homem do nosso tempo’ (Bento XVI, Homilia, 16 de outubro de 2011)”.

A “renovada atenção” aos documentos conciliares, ao Catecismo da Igreja Católica – que comemora 20 anos da sua publicação – e a história da fé da Igreja Católica ao longo de mais de 2 mil anos foram destaques na mensagem da CNBB.

Esses instrumentos “nos permitirão crescer no conhecimento de nossa fé e em sua vivência cada vez mais decidida, para continuar a testemunhá-la com coragem em nosso tempo”, destacou a mensagem.

Para finalizar a nota, o presidente da CNBB, Dom Raymundo, invocou a proteção da Mãe Aparecida para todo o povo brasileiro.

“Invocamos sobre a Igreja no Brasil a proteção da Virgem Aparecida, ela que ‘acreditando n’Aquele que gerou, concebeu-o também num ato de fé’ (Santo Agostinho, Sermo 215). Acompanhe-nos ela, ao longo deste Ano, sendo nossa mestra na fé, que consiste em estar à disposição para que se cumpra também em nós a vontade de Deus (cf. Lc 1, 38)”.

 sobre a Igreja no Brasil a proteção da Virgem Aparecida, ela que ‘acreditando n’Aquele que gerou, concebeu-o também num ato de fé’ (Santo Agostinho, Sermo 215). Acompanhe-nos ela, ao longo deste Ano, sendo nossa mestra na fé, que consiste em estar à disposição para que se cumpra também em nós a vontade de Deus (cf. Lc 1, 38)”.